BLOG


Informação de valor que gera resultado.




7 passos para aumentar a Produtividade

17/08/2021

Ser pecuarista não é uma tarefa simples, pois é uma atividade sujeita à uma série de fatores externos como oscilações do mercado, altas dos insumos, alta dos preços de reposição, custos com logística, entre outros. Queremos trazer neste artigo o que pode ser feito “dentro da porteira” para alcançar o máximo desempenho produtivo e financeiro do negócio.

A gestão da produtividade envolve diversos fatores que vão interferir na resposta do animal. É importante que o produtor conheça e controle todos os ativos da propriedade. As estratégias nutricionais estão atreladas ao tipo de animal manejado e ao produto que se deseja entregar no final do processo, visando mercados específicos e alguns tipos de bonificações mais rentáveis associadas às características do animal.

A grande questão é que, para uma gestão eficiente da produtividade, precisamos entender a reposta do animal de acordo com o modelo de negócio escolhido.

Fatores relacionados à produtividade:

  • Tipo de produto (boi);
  • Estratégia nutricional;
  • Gestão da sanidade;
  • Gestão do resultado.

Tendência histórica – Produtividade

Avaliamos os 5 primeiros meses dos últimos 3 anos e, apesar do valor de venda do boi gordo ter aumentado significativamente, verificamos um aumento considerável do custo alimentar e do custo do boi magro, o que ocasionou achatamento da margem.

Em 2020, a maioria dos produtores conseguiu trabalhar estocado, o que permitiu maiores margens frente a alta do preço da arroba. Em 2021, o cenário mudou completamente com escassez de animais de reposição e a alta dos principais insumos da nutrição. Nesse ano desafiador, o produtor deve aproveitar o máximo potencial do animal para agregar mais valor e garantir uma margem mais segura para o negócio.

Sabemos que a compra e a venda estão muito ligadas às variações do mercado pecuário, não permitindo interferências do produtor, dessa maneira, o pecuarista deve se atentar aos processos “dentro da porteira”, principalmente relacionados ao balanceamento da dieta, manejo nutricional e sanidade do rebanho.

Importante lembrar que, nem sempre, aumentar os índices produtivos está relacionado a colocar mais @ por animal, mas sim evitar que ele tenha perdas de desempenho durante o processo produtivo, agregando maior valor à carcaça.

7 passos para o produtor aumentar a produtividade do seu confinamento

Utilizar ferramentas de monitoramento do animal em tempo real e de automação de processos (fábrica e fornecimento de ração), permitem potencializar os resultados em três áreas fundamentais do negócio pecuário. São elas:

Na Nutrição

  1. Ajustar o balanceamento de acordo com a resposta animal;
  2. Evitar troca de ingredientes; (Saiba mais clicando aqui) *
  3. Controlar o estoque de insumos (disponibilidade X custo).

* direcionar para o artigo de nutrição 3

No Manejo

  • Potencializar o consumo pelo animal (batidas mais homogêneas para evitar a seleção);
  • Reduzir os desvios operacionais (dieta formulada x fabricada x fornecida x metabolizada).

Na Sanidade

  • Estabelecer níveis de alerta de perda de peso (indicativo de animais clínicos e subclínicos);
  • Lançar corretamente os motivos de tratamento para identificar tendências e recorrências por origem, por manejo ou por dieta.

Fica claro que acompanhar e gerir melhor os dados da propriedade, pode trazer retorno em produtividade e desempenho dos animais que estão diretamente relacionadas às melhorias financeiras do negócio. 

Para acessar mais conteúdos como este, não deixe de participar nossa Trilha de Conhecimento. Saiba mais em: Trilha do Conhecimento GA

Conteúdo e Estudos:

Marcelo Ribas (CEO Intergado)

Veterinário, doutor em Zootecnia e responsável pela área de pesquisa e inovação da Intergado.

Paulo Marcelo (CEO da GA)

Zootecnista, mestre em Produção Animal e pioneiro na aplicação da ciência de dados na pecuária.

Produção do conteúdo:

Kelly Alves (Diretora de Marketing da GA)

Milena Marzocchi (Zootecnista e Analista de negócios da GA)
Jade Medeiros (Redatora)

Análises:

Vinícius Felix (Mestre em bioestatística e Diretor de P&D da GA)

Luigi Cavalcanti (Doutor em zootecnia e head de P&D da Intergado)

+Time de estatísticos e cientistas de dados (GA e Intergado)